5 Dicas Incrivelmente SIMPLES de se Manter Atualizado sem ficar louco com isso

Capa do post: 5 Dicas Incrivelmente SIMPLES de se Manter Atualizado sem ficar louco com isso

Se manter atualizado neste “mar de informação” se tornou um verdadeiro desafio.

Uma só edição do jornal americano The New York Times contém mais informações do que uma pessoa comum recebia durante toda a sua vida há 300 anos 1;

Muita gente acredita que isso seja bom, já eu, nem tanto!

Aqui o porque… Vou exemplificar em uma situação no melhor estilo Matrix.

Você não é o Neo e está fugindo dos agentes e tem que tomar uma decisão rápida senão morre, então:

  1. Você entra em um grande salão onde não possui portas de saída; ou
  2. Você entra neste mesmo salão, contudo, com infinitas portas.

Pergunta para ambas as hipóteses: para onde você vai?

Se há 300 anos uma pessoa comum não possuía acesso a informação (zero portas), hoje qualquer criança que tenha mínima habilidade motora para manejar um tablet está exposta ao infinito.

Um parêntese rápido no texto… Cuidado: As crianças estão aprendendo a hackear o sistema utilizando o reconhecimento de voz para pesquisar sobre “Galinha Pintadinha” no YouTube. Voltando…

Este cenário se agrava quando analisamos alguns números:

  • Mais de 1.000 novos títulos de livros são editados por dia em todo o mundo;
  • Atualmente existem mais de três bilhões de páginas disponíveis na Internet;
  • Estão em circulação mais de 100 mil revistas científicas no planeta;
  • Há 15 anos a Televisão brasileira tinha menos de 10 canais. Hoje tem mais de 100 e, daqui a 10 anos, estima-se, terá mais do 400 canais.

Se pararmos para pensar chegaremos a seguinte conclusão:

Quem tem muito, não tem nada.

Para nós programadores, estar atualizado é um fator de sucesso na nossa carreira. Tecnologias vão e vem com uma velocidade incrível.

Então a pergunta da vez é: Como se manter atualizado com as últimas tecnologias do mercado?

Segue aqui comigo que irei te mostrar 5 dicas incrivelmente simples de se manter atualizado sem ficar “louco” com isso.

#1 – Admita que você será um eterno aprendiz

Como diria um grande filósofo chamado Sócrates – o cara que “sabia de tudo”:

Só sei que nada sei.

Pare e reflita: se Sócrates que “sabia de tudo” e mais um pouco a mais de 2400 anos já “sabia” que não era possível aprender tudo, porque raios você está desesperado com isso?

O simples fato de se colocar como um eterno aprendiz lhe tira uma carga pesada de “metre sabe tudo”.

Com toneladas a menos de carga emocional você vai estar mais, digamos, livre, para aprender.

Quem é mais ágil? O Titanic ou uma pequena lancha com motor potente? Espero que você seja esta lancha!

#2 – Siga os bons

Bocas pequenas me contaram que a era da informação acabou…

Como assim???

Sim! Com o excesso de informação ficou praticamente impossível seguir tudo.

Em seu livro – A Era da Curadoria: o Que Importa É Saber o Que Importa! – Cortella debate sobre esta hipótese e discursa, em seu melhor texto, a nova era.

Resumindo: Pare de ler tudo de uma forma desesperada, e deixe alguém (ou muitas pessoas) fazerem isso para você.

Vamos imaginar o seguinte… Você gosta de futebol e vai até uma banca de jornal para saber mais sobre o jogo Corinthians, ao chegar lá o jornaleiro fala que o Timão ganhou do lanterna do campeonato por 4×1, então você abre o YouTube e assiste os melhores momentos.

Claro! Este exemplo foi só para você entender que não é preciso assistir o jogo inteiro, e perder 90 minutos da sua vida escutando o Galvão falar.

Por que? Porque neste horário você queria estar fazendo outra coisa melhor e não assistindo um jogo de início do campeonato com um “timeco”.

Foi por este exato motivo que eu parei de assistir TV e agora a Netflix reina em casa no horário do tio Will.

O que eu faço? Procuro na Internet a lista os melhores filmes e deixo rolar.

Mas se acontecer alguma coisa?

Relaxa! Alguém vai te enviar um “zap” ou postar no Facebook.

Estes milhões de curadores irão trabalhar de graça para você e te livrar de toda porcaria que vem misturada.

#3 – Na crista da onda

Agora que você já entendeu os 2 principais conceitos: eterno aprendiz e curadoria, pode seguir com esta dica prática.

Basicamente nós programadores precisamos estar com “um olho no peixe e outro no gato”. Ou melhor, enquanto programamos naquela versão antiga do Java daquele projeto chechelento do seu trabalho, temos que ficar de olho nas novidades mais hipster do momento.

A pergunta então é: como conciliar os dois mundos?

Existem várias formas, a minha preferida é o Github Explore.

Quer descobrir o framework boladão do momento? Ou talvez descobrir o repositório mais “curtido” para Python??

Sem problemas!

Eu utilizo muito Github Explorer para acompanhar todas as tendências do mercado e dos principais desenvolvedores do momento.

Github Explore – Melhores Frameworks JavaScript

O mais interessante é que além disso, os caras te enviam um relatório por email se você se cadastrar.

Ainda no Github eu cadastro no meu Feed RSS (já falo disso abaixo neste texto) e acompanho os melhores programadores. O que eles estão trabalhando, curtindo, etc.

Para quem não sabe o Github é uma rede social de programadores 🙂

Por exemplo, se você é um cara de Ruby on Rails, pode acompanhar o Fábio Akita: https://github.com/akitaonrails/

Além do Github você pode criar uma lista de pessoas de uma determinada área, por exemplo, Rubistas e acompanhar os posts deles no Twitter. A minha é essa: https://twitter.com/felipefontoura/lists/rubyists

Interessante não?

Contudo você deve se lembrar da máxima de não tentar acompanhar tudo de forma desesperada, fique de olho naquele repositório bacana que você viu no Github Explorer antes de sair instalando código na sua máquina e perdendo tempo depois.

#4 – RSS Feed

Além de acompanhar o Github Explore você pode acompanhar os melhores blogs da área.

No dia a dia fica bem difícil abrir blog por blog em busca das melhores informações. Por isso foi inventada uma tecnologia de XML em 1835 que possibilitar você ler as notícias desses blogs em um único programa – os RSS Readers.

Estes programas permitem que você cadastre os endereços destes blogs e assim ter mais produtividade nessa empreitada.

Eu já utilizei vários e hoje em dia eu gosto muito do Feedly. Ele substituiu o antigo Google Reader (um minuto de silêncio).

Com isso você consegue filtrar as melhores notícias no melhor estilo revista e com isso focar no que as pessoas estão mais lendo (curadoria).

Feedly.com no melhor estilo “revista”

Eu recomendo muito que você utilize o Feedly para gerenciar suas assinaturas.

#5 – Beber a água da fonte

Se você é uma pessoa que curte Linux porque não acompanhar e falar diretamente com o criador?

Atualmente com as redes sociais ficou fácil fazer isso! Por exemplo, se está querendo acompanhar tudo sobre o Linus Torvalds acesse sua página/blog aqui: https://plus.google.com/+LinusTorvalds

Isso é chamado de beber água da fonte. Porque você ficará sabendo tudo antes de todo mundo.

Contudo aqui vale uma nota importante, 99% da informação que essa galera “fala” não é sobre o que você quer saber…

Por que? Pelo mesmo motivo que você não posta sobre Programação 100% do tempo no seu Facebook 🙂

#6 – Dica bônus

Se você chegou até aqui é porque gostou do artigo e das minhas dicas. Parabéns e obrigado!

Eu sempre escrevo artigos e publico dicas todos os dias no meu canal do YouTube.

Conclusão

Ficar informado para um programador é parte da sua carreira. Sem chorumela!

Afinal seu produto é fruto da sua mente. E você precisa alimenta-la bem 🙂

Por isso a minha última dica (porem não numerada) é seguir a dieta da informação regada de muito lazer e momentos de folga.

Assim você vai conseguir não entrar (ou até sair) dessa paranoia ambulante 🙂

Se você gostou deste artigo também vai gostar desses:

  1. Revista Veja de 05 de setembro de 2001 ↩︎

Crédito das imagens: www.freepik.com.